A magia do brincar.


No trabalho educativo, é incrível como as múltiplas possibilidades podem suceder-se. Assim, nós educadores, concordamos que acontece na vida, que por seu dinamismo, pode ser comparada (poeticamente) com um rio caudaloso, cuja correnteza leva o que cai em suas águas rumo ao novo, ao inesperado... A isso, poder-se-ia chamar de mágica? Sim, talvez. Mas quem sabe seja mais apropriado então, chamar de magia, por tratar-se de processo, não de conclusão, ou ainda melhor, de meio, não de fim. A magia é a arte e a mágica é o truque.
Fiquemos com a magia, que no processo educativo, transforma ignorância em conhecimento, conhecimento em experiência, experiência em sabedoria, sabedoria em crescimento, crescimento em liberdade, liberdade em amor.
Na raiz da magia da vida, localizamos um componente comum a todos os homens, que uma vez experimentado, deixa uma marca indelével em seu caráter: o brincar.

0 comentários: